Inventário das práticas culturais históricas em áreas campesinas do Estado do Espírito Santo

Resumo: Compreender a constituição histórica das práticas culturais produzidas em áreas campesinas do Estado do Espírito Santo, considerando as experiências culturais dos atores sociais envolvidos. As práticas culturais e, especialmente, as corporais são desenvolvidas socialmente e de acordo com os modos como as comunidades se relacionam com suas histórias, crenças, trabalhos e singularidades da vida. A vida no campo tem suas especificidades para associar e constituir suas expressões sociais, de modo que estas precisam ser identificadas e diferenciadas de outras comunidades e, especialmente, das práticas urbanas. As comunidades campesinas não necessitam de referências para civilizar seus atores envolvidos, como nos processos de socialização no decorrer da consolidação do sistema republicano no Brasil; mas que se evidenciem seus saberes e fazeres próprios, que lhe conferem sentido de vida. A pesquisa compreenderá seu início nos anos iniciais do séculos passado, 1900, entendendo a Reforma da Instrução Pública de 1908, como referência primeira para destacar aproximações e distanciamentos necessários entre os modos de constituição corporal do cenário rural e do urbano. Será utilizada a perspectiva teórico-metodológica de Ginzburg (1998, 2002) para problematizar as práticas culturais identificadas nas relações de força que as produzem e, desse modo, inventariar expressões singulares da população campesina no Estado do Espírito Santo. Compreende-se que a pesquisa colaborará para ampliar entendimentos teóricos e metodológicos de produção de conhecimento nas áreas de Educação, Educação no Campo, Educação Física e de História do Espírito Santo. Também possibilita dinamizar projetos de intervenção social, especialmente os educativos, na lógica das afirmações locais e históricas, por sustentar o desenvolvimento da cidadania e da autonomia da população rural a partir de modos próprios de constituir a vida.

Data de início: 2014-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Andrea Brandão Locatelli
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540