Tempos e Contratempos da Sexualidade Infantil: Concepções de professores da Educação Infantil

Nome: Ivonicleia Gonçalves Borôto
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/03/2016
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Regina Celia Mendes Senatore Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ailton Pereira Morila Examinador Interno
Andressa Cesana Suplente Externo
Regina Celia Mendes Senatore Orientador
Sandra Mara Santana Rocha Suplente Interno
Valdete Côco Examinador Externo

Resumo: Parte constitutiva e fundante do ser humano, a sexualidade ultrapassa a mera questão da reprodução e de atividades prazerosas que dependem unicamente do aparelho genital. Presente no ser humano desde a mais tenra idade a sexualidade constitui fator primordial no desenvolvimento e na constituição psíquica do indivíduo. A criança, desde muito cedo, manifesta curiosidades relacionadas à sexualidade, lançando-se à observações e investigações sexuais. Investigar e analisar as concepções de sexualidade das professoras de uma instituição de educação infantil, bem como a compreensão que elas têm acerca das manifestações de sexualidade das crianças foi o foco central do estudo realizado. A pesquisa é sustentada pelos pressupostos teóricos da psicanálise freudiana. Trata-se de um estudo de caso, de natureza qualitativa que envolve as professoras atuantes de educação infantil de um Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) localizado na cidade de São Mateus – Espírito Santo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas. Para análise dos dados, além da teoria freudiana, utiliza a análise do discurso. A pesquisa evidencia que o tema sexualidade gera desconforto e é uma questão de difícil aceitação por parte das professoras ao tratar da educação infantil, pois elas ainda não diferenciam a sexualidade infantil da sexualidade adulta, que remete à genitalidade. As professoras não concebem a sexualidade como parte integrante do desenvolvimento das crianças. Assim, a primeira infância não é considerada pelas professoras como tempo da sexualidade.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540