USO DO TEMA GERADOR "SOLOS" PARA UMA PRÁTICA METODOLÓGICA INTERDISCIPLINAR NO ENSINO DE QUÍMICA

Nome: Mayki Jardim Sivico
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 19/03/2021
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Nery Furlan Mendes Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Nery Furlan Mendes Orientador
Camila Greff Passos Orientador
Gilmene Bianco Orientador

Resumo: RESUMO
A busca pela contextualização conduz o professor a desenvolver metodologias que visam potencializar o aprendizado do aluno em sala de aula. A interdisciplinaridade na Educação Básica reflete uma necessidade de tornar o conhecimento mais integrativo no ambiente escolar, sendo imprescindível a utilização de um diálogo cada vez mais amplo entre as disciplinas nesse processo. Busca-se entrelaçar a perspectiva Histórico-Cultural discorrida por Levi S. Vygotsky, com a utilização dos temas geradores na Educação Básica que são explanadas por Paulo Freire por meio desse processo dialético. A presente pesquisa fundamenta-se nessas frentes teóricas, com o objetivo de analisar as potencialidades do desenvolvimento de uma prática metodológica interdisciplinar, envolvendo as disciplinas de Geografia e Química, a partir do tema gerador “solos” com a turma da 1ª série do Ensino Médio de uma escola da rede pública estadual, no município de Nova Venécia (ES). Esta pesquisa é classificada de acordo com Antonio C. Gil, como qualitativa do tipo participante. A elaboração e o desenvolvimento do projeto com os alunos se apoiam na ótica dos três momentos pedagógicos delineados por Demétrio Delizoicov, José A. Angotti e Marta M. Pernambuco. A etapa inicial decorre da realização do planejamento coletivo pelos docentes de Geografia e Química, para as turmas da 1ª e 2ª série do Ensino Médio. A segunda etapa discorre o desenvolvimento do projeto com a turma da 1ª série, com base nos conteúdos norteados sobre o relevo terrestre e práticas de manejo e conservação do solo na disciplina de Geografia e o caráter ácido e básico das substâncias químicas, envolvendo o conceito prático de pH na disciplina de Química. Envolveu os discentes na realização de atividades experimentais, pesquisa de campo, apresentação de seminários, além da realização de um grupo focal ao término do projeto. A análise dos resultados se molda a partir de uma descrição qualitativa dos momentos vivenciados, e por meio do método indutivo possibilita trazer algumas percepções e relatos de uma forma mais dialógica. As discussões referentes ao grupo focal demanda do processo de categorização, mediante a análise de conteúdo descritos por Laurence Bardin. Os resultados da pesquisa discorrem sobre a importância do trabalho colaborativo interdisciplinar na escola, bem como nortear algumas reflexões a respeito dos desafios e contribuições voltados para o Ensino de Química, no intuito de trazer esse reflexo da atitude interdisciplinar como uma potencialidade no ambiente escolar. A análise das categorias trouxe o reflexo da necessidade de levar para o aluno metodologias que protagonizem as suas aprendizagens, trazendo o aluno como sujeito crítico e reflexivo. Considera-se por fim que ao utilizar o tema gerador solos, permitiu enxergar outras vias oportunas dos alunos aprenderem a Química e mediante a esse processo voltado para a interdisciplinaridade, possibilita que o conhecimento se expandisse para além dos muros da escola.
Palavras-chave: Contextualização. Interdisciplinaridade. Educação básica

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540