PANORAMA DA EVASÃO ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO - O QUE DIZ O CENSO ESCOLAR

Nome: IVAN PEZZIN DE NADAI
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 26/06/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Franklin Noel dos Santos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Franklin Noel dos Santos Orientador
José Adelmo Menezes de Oliveira Examinador Externo
Marcia Regina Santana Pereira Examinador Interno

Resumo: A evasão ou abandono escolar é um dilema educacional enfrentado por diferentes países, como Espanha, Portugal, Austrália, Estados Unidos, entre outros. O Brasil e seus estados também enfrentam este problema que atinge em maior grau a educação pública. Isto posto, esta pesquisa tem como objetivo principal traçar um panorama da evasão escolar no Ensino Médio do estado do Espírito Santo entre os anos de 2011 e 2018, a partir de dados quantitativos levantados através dos Indicadores Educacionais do Censo Escolar, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Pelo caráter multifacetado da evasão escolar, abordam-se no contexto nacional e internacional as diferentes nomenclaturas e definições utilizadas para tratar do processo de saída prematura do aluno da escola. Opta-se por usar os termos evasão escolar e abandono escolar como sinônimos. Faz-se um levantamento acerca dos fatores que contribuem para o processo de evasão escolar a partir de um modelo conceitual de desempenho estudantil. Reflete-se sobre a utilização de dados quantitativos nas pesquisas educacionais abordando a ausência de tradição, ponderando sua indispensabilidade e reflexionando seus potenciais benefícios. Versa-se sobre o conceito de políticas públicas e políticas públicas educacionais, reitera-se a importância destas e, apresentam-se as políticas públicas educacionais relacionadas à evasão escolar desenvolvidas no âmbito do Espírito Santo. A metodologia usada em maior grau será a pesquisa documental apoiada em fontes escritas, primárias e contemporâneas, que são as taxas de rendimento, distorção idade-série e não-resposta, contidas nos Indicadores Educacionais do Censo Escolar/INEP. Para cumprir o objetivo de analisar a confiabilidade dos dados de abandono escolar do Censo Escolar, contar-se-á com uma entrevista semi-estrutura realizada com professores que estiveram na rede pública estadual de ensino em algum momento durante o recorte temporal desta pesquisa. Conclui-se que no período analisado a rede pública estadual concentrou maiores índices de abandono escolar; que a primeira série do Ensino Médio é onde o problema se manifesta em maior grau no ES; que onze cidades do estado concentram índice médio de abandono escolar acima da média nacional para o intervalo de anos pesquisados; que dentro das Superintendências Regionais de Educação os índices de abandono escolar variam consideravelmente entre as cidades que estão sob sua jurisdição; que o ES diminuiu consideravelmente seus números de abandono escolar a partir de 2015, sendo o setor público estadual o responsável por essa diminuição; e por fim que há indícios para se crer que alguns dados do abandono escolar obtidos via Censo Escolar não condizem em sua totalidade com a realidade. Diante de tal presunção, sugere-se aos poderes públicos estadual e federal que se investigue tais suspeitas a fim de trazer luz aos indicadores educacionais de abandono escolar no estado do ES.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540