CONTRIBUIÇÕES DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS EM AULAS DE REFORÇO DE MATEMÁTICA PARA ALUNOS DO OITAVO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS/BA

Nome: Andia Ribeiro Alves
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 11/12/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Lúcio Souza Fassarella Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Arildo Castelluber Examinador Externo
Lúcio Souza Fassarella Orientador
Marcia Regina Santana Pereira Suplente Interno
Moysés Gonçalves Siqueira Filho Examinador Interno
Valdinei Cezar Cardoso Suplente Externo

Resumo: Estudo de caso do tipo etnográfico que trabalha a questão de pesquisa: de que maneira o uso da metodologia de Resolução de Problemas pode contribuir para o processo de ensino-aprendizagem em um reforço escolar de Matemática para alunos com dificuldade de aprendizagem e defasagem idade-série em uma escola municipal de Teixeira de Freitas (BA)? O objetivo geral foi analisar as contribuições da Resolução de Problemas no processo de ensino-aprendizagem de alunos com defasagem de idade-série por meio de um reforço escolar em Matemática pela aplicação da metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas proposta por Allevato e Onuchic, associada aos princípios para a resolução de problemas propostos por Polya. Os sujeitos da pesquisa foram dez alunos do oitavo ano vespertino de uma escola pública de Teixeira de Freitas (BA), com idades entre 16 e 18 anos. As aulas ocorreram entre março e julho de 2018 e abordaram os temas operações com números positivos e negativos, expressões numéricas e equações de 1º grau. Foram aplicadas avaliações diagnósticas inicial e final para comparação e verificação da aprendizagem dos alunos sobre os tópicos abordados. Os instrumentos para a coleta de dados foram a observação participante, a documentação disponível e as entrevistas focalizadas. Os dados foram analisados por meio da Categorização, desenvolvida a partir de três categorias elaboradas a posteriori: postura dos alunos diante dos problemas, postura dos alunos relativa ao processo ensino-aprendizagem e relação professor-aluno na resolução de problemas. Os resultados evidenciaram a predileção dos alunos pelos problemas classificados como convencionais e verbais e apontam a importância das interações sociais e das intervenções didáticas direcionadas às necessidades específicas de cada aluno com dificuldade de aprendizagem. Além disso, as aulas de reforço tiveram como resultado uma melhora na confiança dos alunos, além da melhora na compreensão de conceitos relacionados aos tópicos trabalhados. Palavras-chave: Resolução de problemas; reforço escolar em Matemática; método de ensino-aprendizagem-avaliação.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540