Ensino e Política na Educação Básica

Código: PGEB-1053
Curso: Mestrado em Ensino na Educação Básica
Créditos: 2
Carga horária: 30
Ementa: Sociedade, Estado e o Ensino na Educação Básica. A política educacional direcionada para o ensino na Educação Básica no contexto das políticas públicas nacionais. Perspectivas e tendências contemporâneas das políticas educacionais expressas nas reformas educacionais, na legislação de ensino e nos projetos educacionais.
Bibliografia: Básica:

TEIXEIRA, Anísio. Educação não é privilégio. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1957.
APPLE, Michael. Educando à direita: mercados, padrões, Deus e desigualdade. São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire, 2003.
ARAÚJO, Gilda Cardoso de Araújo. Políticas Educacionais e Estado Federativo: Conceitos e debates sobre a relação entre município, federação e Educação no Brasil. Curitiba: Editora: Appris, 2013
BRASIL. CÂMARA DOS DEPUTADOS. Projeto de lei 8035/2010. Aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 e dá outras providências. Disponível em: tp://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=490116. Acesso em: 15 abr. 2012.
BRASIL (Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Conselho Nacional de Educação. Câmara Nacional de Educação Básica). Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica. Brasília: MEC,SEB,DICEI. 2013.
BRASIL, Lei 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 05 de junho de out. de 2014.
______. 2010a, Brasília, DF. Construindo o Sistema Nacional articulado de Educação: o Plano Nacional de Educação, diretrizes e estratégias; Documento Final. Brasília, DF: MEC, 2010. Disponível em: . Acesso em: 19 de dez. de 2011. ______. 2014.
______.Documento-Referência. O PNE na articulação do Sistema Nacional de Educação. Disponível em . Acesso em: 25 de out. de 2014.
BOBIO, Norberto. Estado, Governo, Sociedade: para uma Teoria Geral da Política. 14ª Edição, São Paulo: editora paz e terra S/A, 2007. Pag.53-133.
HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2015
LEHER, Roberto. Educação no governo de Lula da Silva: a ruptura que não aconteceu. In: Os anos de Lula: contribuições para um balanço crítico 2003-2010. Rio de Janeiro: Garamond, 2010.
NETO, Alexandre Shigunov. História da Educação Brasileira: do período colonial ao predomínio das políticas educacionais neoliberais. São Paulo: Salta, 2015.
SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula. (Orgs.) Epistemologias do Sul. São Paulo; Editora Cortez. 2010. .
SAVIANI, Demerval. Da nova LDB ao Fundeb: por uma outra política educacional. Campinas: Autores Associados, 2007.
VIEIRA, Sofia Lerche, Educação Básica: política e gestão da escola. Brasília; Líber Livros, 2009.

Complementar:

CARNOY, Martin. Estado e Teoria política. (equipe de trad. PUCCAMP) 2ª ed. Campinas: Papirus, 1988.
CARVALHO, José Murilo. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.
CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: a arte de fazer. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.
ELIAS, Nobert. O processo civilizador: uma história dos costumes. São Paulo: Jorge Zahar, 1995.
FAORO, Raymundo. Os donos do Poder. São Paulo: Editora Azul, 2012.
GENTILI, Pablo (org) Pedagogia da exclusão: crítica ao neoliberalismo em educação. Petropolis, RJ: Vozes, 1995. Pag. 77-108.
HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: O breve Século XX. 1914-1991. São Paulo, Companhia das Letras, 2008.
SAVIANI, Demerval. História das Ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2008.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900