A Escrita e Oralidade nas Práticas de Letramento Acadêmica

Código: PGEB-1049
Curso: Mestrado em Ensino na Educação Básica
Créditos: 2
Carga horária: 30
Ementa: Construção de reflexões e estratégias de leitura e escrita de textos e domínio de operadores teóricos e linguísticos com vistas à produção de textos acadêmicos. Os processos de leitura e escrita mediado pelos gêneros discursivos. Os gêneros discursivos e sua interface em contextos acadêmicos. Do fichamento de informações à tessitura textual de gêneros escritos: resumos, relatórios, resenhas, projetos, artigos científicos. Os gêneros orais na esfera acadêmica: seminário, apresentação.
Bibliografia: BÁSICA

CAMPELLO, B.; CENDÓN, B.;KREMER, J. (Orgs.) Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2000.
CASSANY, D. Oficina de textos: compreensão leitora e expressão escrita em todas as disciplinas e profissões. Porto Alegre: ArtMed, 2008.
FARACO, Carlos Alberto: TEZZA, Cristovão. Oficina de texto. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.
KOCH, Ingedore G. Villaça. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.
MARINHO, M.; CARVALHO, G. (Orgs.) Cultura escrita e letramento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.
MOTTA-ROTH, D.; HENDGES, G. Produção textual na Universidade. São Paulo: Parábola, 2009.

COMPLEMENTAR

ALVES, R. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e suas regras. São Paulo: Loyola, 2007.
BOOTH, W., COLOMB, G.C. & WILLIAMS, J.M. A arte da pesquisa. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
BRASIL (Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Conselho Nacional de Educação. Câmara Nacional de Educação Básica). Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica. Brasília: MEC,SEB,DICEI. 2013.
ECO, U. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1993.
MACHADO, A. R., LOUSADA, E. & ABREU-TARDELLI, L. S. Planejar gêneros acadêmicos. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.
MARCONI, M. & LAKATOS, E. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2006 (1a. ed. 1985).
MARINHO, M. A escrita nas práticas de letramento acadêmico. Revista Brasileira de Lingüística Aplicada, Belo Horizonte, v. 10, n. 2, p.363-385, 2010.
OLIVEIRA, L. A. Manual de sobrevivência universitária. Campinas: Papirus, 2004.
RIVERO, S.; ARAGÃO, E. (Orgs.) Lutar com palavras: leitura, escrita e gêneros textuais. Salvador: ABEC, 2006.
SOARES, M. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educação e Sociedade, v. 23, n. 81, p.143-160, dez. 2002

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900